Os Recrutas Zero brasileiros não contarão com apoio dos EUA se tentarem outro golpe/ Por Sérgio Jones

Recruta Zero

Não é de hoje que o presidente genocida brasileiro Bolsonaro e seus ministros fazem ameaças a integridade das próximas eleições deste ano caso, líquido e certo, de derrota no próximo pleito eleitoral.

Na semana passada, o ministro da Defesa, general Braga Neto, disse a um grupo de empresários que os militares não vão honrar os resultados das eleições deste ano a menos que o Tribunal Superior Eleitoral altere o sistema de votação de acordo com as ordens do Exército .

Diante do deplorável cenário político em que se encontra o país, um grupo de parlamentares democratas se mobilizou e inseriu a emenda no HR 7900 – Lei de Autorização de Defesa Nacional para o Ano Fiscal de 2023, que coloca a continuidade de todos os militares a ajuda ao Brasil em 2023 depende da não interferência dos militares brasileiros nas eleições presidenciais deste ano.

A Emenda 893, foi intitulada “Neutralidade das Forças Armadas Brasileiras Durante as Eleições Presidenciais”, exige que dentro de 30 dias da aprovação da Lei (que ainda precisa passar pelo Congresso), o Secretário de Estado dos EUA deve entregar um relatório sobre a interferência das Forças Armadas brasileiras nas eleições presidenciais de outubro de 2022, e considerar tais ações como “proteções estatutárias na assistência de segurança dos EUA”.

De acordo com uma fonte de Washington a Emenda 893 pede a “descontinuação da assistência de segurança. O que fica implícito é que ‘você precisa considerar se essas ações equivalem a um golpe porque, se assim for, isso exigiria cortar NÓS’.

Isso deixa antever que cada vez mais democratas estão preocupados com as ramificações de um possível golpe militar no Brasil.

De acordo com matéria veiculada no Brasil 247 a emenda dá um visivel sinal ao Departamento de Estado e à comunidade de inteligência que o legislativo está observando e que alguns parlamentares causarão problemas se tentarem apoiar outro golpe no Brasil este ano.

Da mesma forma, envia um sinal aos recrutas Zero brasileiros notoriamente entreguistas de que estes podem não ter tanto apoio do governo dos EUA quanto pensavam.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.