O Diabo, Bolsonaro e o Cristofascismo/Por Alberto Peixoto*

FOTO: Blog do Pedlowski

A imagem do diabo para a maioria das pessoas é de um ser preto, com chifres, um rabo muito longo, com a ponta em forma de uma lança e patas de cavalo. Um verdadeiro ser aterrador, com certeza. Grande parte das pessoas acham um absurdo a existência do diabo, todavia, quando presenciam fenômenos de possessão por um mau espírito, chegam a conclusão da existência deste ser.

Os demônios são “poderosos”, mas não são invencíveis. Como se apresenta o diabo atualmente? O inimigo não é mais invisível. Eles se personalizam nas pessoas de pior caráter da nossa sociedade. São aqueles que consomem o que pertence a terceiros, como seus direitos, sugam seu sangue desviando dinheiro dos seus impostos, lhe impossibilitando de ter ou prover a seus filhos uma boa educação, saúde e alimentação de qualidade.

Bolsonaro proporcionou ao brasileiro comer o pão que o diabo amassou. O pão da desilusão de ver um país sem corrupção, quando sua familícia participa das rachadinhas do Queiroz, o genocídio causado pela falta de responsabilidade no combate da pandemia do Covid-19, da morte de 84.000 brasileiros até o momento. Dos 38 bilhões destinados ao combate do Coronavírus, só 11 bilhões foram usados – números arredondados.

A Bíblia diz que o diabo vem para mentir, destruir, roubar e isto, segundo os diversos veículos de comunicação, é o que Bolsonaro mais faz. Quando é inquirido por um jornalista e não sabe como responder, ele xinga o jornalista ou inventa algum artifício para desviar o foco da entrevista.

O Cristofascismo, termo criado pela teóloga alemã Dorothee Sölle, para descrever o segmento da igreja Cristã totalitária e imperialista, explica esta prática que é a essência do governo Bolsonaro: são os pastores evangélicos, duvidosos, que escolheram a política na tentativa de conseguir benefícios escusos e isenção de impostos, é a implantação da intolerância às diferenças, do racismo e da discriminação em seu sentido mais amplo.

Cristo foi transformado em algo ditatorial por estes perdulários imprudentes, que condenam a classe trabalhadora a perecer com a subtração de seus direitos trabalhistas, entre outros.

Muitos crimes, abusos sexuais, intolerância religiosa e todo tipo de violência já foram e ainda são cometidos em nome de Deus e da igreja, principalmente das atuais religiões surgidas nos últimos anos. As religiões dos fascistas, dos falsos profetas, onde está instalado o quartel do Cristofascismo.

“Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira – João 8:44. Faça uma reflexão e tire suas conclusões.

Alberto Peixoto, Escritor

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.