Que Deus tenha piedade de nós. Colbert não tem/Por Carlos Lima

Que Deus tenha piedade de nós.

O prefeito Colbert não tem.

Sua irresponsabilidade beira as raias da loucura, se é proposital não dei dizer. Mas está se tornando uma ameaça à vida dos feirenses.

Anteriormente anunciava qualquer mudança no esquema de isolamento nas tardes de segunda feira, geralmente depois das 16 horas. Um posicionamento correto para evitar uma corrida às lojas que estavam abrindo naquele dia.

Nesse domingo (5) resolveu divulgar que o comércio, menos os serviços essenciais, fechará suas portas na terça-feira (7).

Uma informação, pela antecipação, vai provocar um número maior de pessoas nas ruas e parte das lojas que não abrem na segunda-feira, vão abrir apresentando a desculpa de que no dia seguinte não poderá, sendo prejudicadas em relação às lojas e empresas que abriram na segunda-feira.

O enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavírus em Feira de Santana, desde o início, é um desastre anunciado, o esquema de distribuição de cestas básicas é catastrófico. Segundo áudio de um radialista, elas estão apodrecendo no depósito e a desculpa apresentada foi a umidade do local.

O prefeito ainda utiliza as redes sócias para dizer que a oposição, com o Covid-19, está fazendo política eleitoral, quando o momento é de salva vidas. Ele está salvando a dele. O povo que se prepare para o sepultamento.

A solidariedade e o respeito pela vida dos feirenses que imaginávamos existir no prefeito é uma utopia política, ou a obsessão pelo poder se transformou em loucura. Será que aderiu ao nazi-fascismo?

Sendo ele um médico, fica impossível acreditar em sanidade mental.

Carlos Lima, Jornalista

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.