Bolsonaro e seu universo em desencanto/`Por Sérgio Jones*

Novos e revigorantes ventos começam a soprar pelo território brasileiro graças ao importante engajamento das torcidas organizadas, que reúnem muitos moradores das periferias e de outros segmentos esquecidos por um governo de déspotas bancado pelo clã bolsonarista. Esse emerge do lodo e do submundo do crime, que têm sua origem forjada nas ações mais covardes e sórdidas já urdidas e registradas nas páginas da história brasileira.

De acordo com apreciações e considerações feitas por estudiosos e especialistas em surgimento de movimentações de massa, estamos passando pela primeira etapa.

Os atos contra o atual governo da besta devem progredir. E o grande combustível que deverá aumentar a temperatura da crise é de caráter econômico que já se encontra batendo à porta das pessoas, associado com o efeito trágico da crise sanitária.

Como é do conhecimento geral os atos pró-bolsonaristas são esquálidos e têm atraído meia dúzia de porquinhos pingados, que provavelmente para se submeterem a representar cenas tão trágicas e degradantes devem estar recebendo como estímulo, algum tipo de soldo que servem de motivação aos porquinhos verdes e amarelos, que se reúnem diariamente na pocilga do cercado, montado em frente do Palácio do Planalto.

A estrutura pró-Bolsonaro é frágil e estão com os dias contados, enquanto o movimento de adesão popular ganha musculatura, este tende se firmar cada vez mais. Sem se levar em consideração o que apontam os índices de pesquisas em que a avaliação, do presidente assassino, de regular está caindo e sendo avaliada como ruim e péssimo.

Os analistas continuam acreditando que tal situação conduz para uma polarização cada vez mais acirrada entre os que, estupidamente, apoiam o presidente e os que racionalmente o desaprovam.

Sempre é importante se considerar alguns detalhes relevantes, tipo os índices que destacam uma forte migração de apoio do regular para o ruim ou péssimo, são formados por muitas pessoas de média idade, escolaridade alta e renda média e alta, perfil esse, identificado com a base do bolsonarismo.

Tal comportamento se encaixa com perfeição no que determina o conceito da terceira Lei de Newton conhecida como lei da ação e reação: “Para toda força de ação que é aplicada a um corpo, surge uma força de reação. E essa está mais presente do que nunca. Quem viver verá.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.