Existe algo de podre nas contas da Câmara Municipal de Feira de Santana/ Sérgio Jones*

Prefeitura Municipal de Feira de Santana/BA
FOTO: Acervo do professor Carlos Melo

Não tem um único dia que o povo brasileiro não se depare com um novo escândalo financeiro, falcatrua e todo tipo de armação visando subtrair o recurso público, esta prática se tornou uma regra e não exceção.

Na manhã desta terça-feira (22), nos deparamos diante de mais uma forte suspeita que coloca em cheque a lisura a condução da atual administração do legislativo feirense. O Tribunal de Contas do Município (TCM), através do Conselheiro Francisco Netto deu parecer que aprovou com ressalvas as contas da Câmara Municipal de Feira de Santana, da responsabilidade do vereador José Carneiro Rocha, relativas ao exercício de 2018. E em seguida, multou o presidente da Câmara em R$ 3 mil pelas irregularidades contidas na prestação de contas.

Dando prosseguimento as investigações que apontam irregularidades na condução da atual administração, a relatoria determinou que a 1ª Diretoria de Controle Externo do TCM promova a análise de gastos significativos realizados com a concessão de Plano de Saúde aos servidores efetivos da Casa Legislativa, no valor de R$ 282.654,88; com o aluguel de vagas para veículos oficiais, na quantia equivalente a R$ 120 mil; e com o pagamento de serviços de limpeza, no total de R$ 1.785.704,01, lavrando, se necessário, termos de ocorrência.

Também na oportunidade o conselheiro solicitou uma análise mais específica sobre a quantidade expressiva de cargos em comissão na Câmara de Feira de Santana, já que a entidade possui, em média, 18 cargos comissionados para cada cargo efetivo.

Outra atitude suspeita no trato da coisa pública está sendo apurado ao se constatar que somente no mês de dezembro os gastos com pessoal alcançaram R$ 864 mil, e deste total apenas R$65 mil, referente ao pagamento de servidores efetivos. A decisão cabe recursos. O que fica evidenciado em todo este imbróglio financeiro é que na política honestidade é prova de fraqueza.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.