Desistir de Lula é aceitar o golpe

Lula Presidente
FOTO: arquivo Google

Com a prisão injusta do Ex-presidente Lula, uma boa parte da imprensa e dos partidos de esquerda, critica o PT por não ter um plano “B”, caso Lula não possa concorrer às próximas eleições para Presidente da República.

Desistir de Lula é aceitar o golpe. Acho que ainda não é, no mínimo, o momento de divulgar outro plano que não seja Lula livre e Presidente. Qualquer que seja outro plano, só deve ser anunciado quando não houver mais nenhuma chance da candidatura Lula ser uma realidade.

Desistir de Lula é dividir a esquerda e o momento não cabe isso. A ocasião pede alianças; união da esquerda e de todos os que se sentem prejudicados com as medidas descabidas de um presidente golpista, ladrão, incompetente, fascista e pode-se até dizer nazista, diante do alto nível de famílias que estão passando por dificuldades e com um índice de desemprego alarmante.

A única forma de tirar o Brasil desta situação insana, com combustíveis a preços nunca praticados neste país, o custo de vida cada vez mais elevado, é não desistindo de Lula; é não desistindo do Brasil. Sequer pode se ver uma “réstia” de luz no fim do túnel com esta quadrilha que se instalou em Brasília.

Canalhas é pouco
FOTO: arquivo Google

Desistir de Lula é realizar o sonho dos coxinhas e da direita corrupta, tirânica, autoritária, apoiadores do regime militar que já foi visto neste País, com o golpe de 1964, mais uma vez arquitetado e tendo como maestrina a Rede Globo.

Esta é a hora da união de todos que pretendem ver um Brasil – com “S” – forte, livre das mazelas impostas pela atual “Ditadura Branca”; livre desta corja de corruptos e corruptores que usam o dinheiro do erário para comprar o que querem; que entregam o patrimônio do País a preço de “banana” para seus comparsas, tanto aqui como no exterior. Não podemos desistir do principal objetivo da maioria esmagadora dos brasileiros, que é: Lula livre e Presidente.

“Se eu aceitar a ideia de não ser candidato, estarei assumindo que cometi um crime. Não cometi nenhum crime.  Por isso sou candidato até que a verdade apareça e que a mídia, juízes e procuradores mostrem o crime que cometi ou parem de mentir. O povo merece respeito”, escreveu Lula.

Alberto Peixoto – Escritor

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.