Colbert : usa malandragem como tática de sobrevivência política/ Por Sergio Jones

Chantagem do prefeito contra vereadores está em andamento

Mais uma manobra política criada pelas cabecinhas iluminadas do executivo para forçar a aprovação do empréstimo solicitado por este poder que necessita da aprovação do legislativo feirense.A

forma encontrada é ardilosa e tem como meta colocar à opinião pública contra a posição adotada pela Câmara Municipal de Feira de Santana, que já anunciou que não acatará o pedido feito pelo prefeito de direito e não de fato, Colbert Filho (MDB).

Importante lembrar que por falta de habilidade política, já faz algum tempo, tem feito com que o executivo amargue o fato de não ver aprovado os seus projetos junto ao legislativo, por não dispor de uma bancada majoritária naquele poder.

Diante do evidente fiasco administrativo, o governo colbesista tenta buscar outras formas, nada inovadoras, para atingir os seus fins.

A maneira encontrada é terceirizar culpas se utilizando da estratégia midiática, na qual elege os seus bodes expiatórios.

As áreas de risco para alagamentos e inundações em Feira de Santana já é do conhecimento de todos há décadas. De repente o prefeito tenta tirar da cartola essa história com nova roupagem em que apresenta uma nova solução para um velho e conhecido problema.

Mas para que seja plenamente solucionado o problema, depende de uma condicional bastante curiosa, a aprovação que vem sendo recusado sistematicamente pelo legislativo, no caso do empréstimo na ordem de R$ 246 milhões, solicitado pelo executivo.

“Se o Município não implementar as propostas previstas no projeto, os moradores dessas áreas de risco terão dificuldades durante a vida toda. São problemas graves que afetam a segurança e provocam a perda de bens materiais”, enfatiza Brito.

O titular da pasta ainda ressalta que a construção de canais de redes de drenagem são a solução para enfrentar os períodos chuvosos, evitando problemas à população. Com esse argumento nada concludente, demonstra ele a tentativa fracassada de tentar reinventar a roda.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.