Bolsonaro quebrou o Brasil/Por Alberto Peixoto

O Brasil está quebrado

Por época das eleições de 2018 alguns eleitores disseram ter votado no candidato de extrema direita, Jair Bolsonaro – hoje sem partido – porque Lula – Luiz Inácio Lula da Silva, ex Presidente do Brasil – tinha roubado, acusação esta que era sabida por todos brasileiros, que tem um pouco de conhecimento político, não passar de uma astúcia da política desprezível, sempre disseminada pelos partidos de direita, para alijar Luiz Inácio do pleito.

Atualmente, o dublê de presidente da República, Bolsonaro, afirma para os seus seguidores e poucos apoiadores que ainda lhe resta: “o Brasil está quebrado e eu não consigo fazer nada”. Ele nunca soube o que fazer.

Após esta afirmação fica uma pergunta: onde estão os que elegeram o “Messias” que, segundo eles, resolveria todos os problemas do Brasil, principalmente o da corrupção? Não se deve esquecer das “rachadinhas” do Queiroz, dos cheques da 1ª dama e nem da loja de chocolates de Flávio Bolsonaro – um dos três patéticos filhos do Presidente – da participação dos milicianos em seu governo e, muito menos, da política econômica de qualidade ínfima de Paulo Guedes, o Posto Ypiranga do presidente sensaborão.

Sobrou para a pandemia. Como tudo que não dá certo atualmente no Brasil, a culpa é da pandemia. Desta vez o alvo dos seus insucessos à frente da administração do maior País da América Latina, além da Covid-19, também foi a imprensa. Segundo este incapaz, a pandemia foi potencializada pela mídia, a qual chamou de “mau caráter e comunista, causadora de um temor excessivo na população”. Para ele, a Covid-19 não passa de uma “gripezinha”.

“Chefe, o Brasil está quebrado, chefe. Eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, teve esse vírus, potencializado pela mídia que nós temos aí, essa mídia sem caráter”, afirmou o presidente (O Valor Econômico).

“O Messias”, na realidade o salvador que não salvou e só complicou, teve em Taubaté, SP, cidade onde uma das fábricas da Ford será fechada, 81,3% dos votos no pleito para presidente da República em 2018. A Ford funciona nesta localidade desde 1974. O total de funcionários demitidos gira por volta de 10 mil empregos diretos, totalizando algo em torno de 50 mil empregos diretos e indiretos. “Será que os funcionários da Ford estão felizes com a escolha que fizeram?”

Nesta última segunda feira (11 de janeiro de 2021), o Banco do Brasil anunciou que fechará 361 agências e a demissão de mais de 5.000 funcionários – empregos diretos.

Conforme se manifestou a cantora Zélia Ducan em rede social, o governo Jair Bolsonaro está dificultando o andamento da logística da vacinação contra a Covid-19 por temer a reação da população no pós-vacinação. Conforme postou a artista em seu Twitter: “o governo Bolsonaro teme o povo na rua pressionando pelo seu impeachment”.

Temos como resultado da desastrosa política de Bolsonaro mais de 40 milhões de brasileiro vivendo abaixo da linha da pobreza e grande parte desempregada. Como se não bastasse, a população se encontra com o pescoço na guilhotina da Covid-19, sem uma programação de vacinação e com um ministro da saúde (?) que, ao lado de Bolsonaro, sapateiam sobre os caixões dos mais de 200 mil mortos pelo vírus e fazem chacota da dor alheia.

O que os que elegeram este ignóbil atualmente têm para justificar o seu voto?

Alberto Peixoto, Escritor

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.