Vereadores apelam para arte circense objetivando se manterem no poder/ Por Sérgio Jones*

Com a reabertura nesta a segunda-feira (03/08/2020), dos trabalhos legislativos da Casa da Cidadania, o picadeiro do circo voltou a ficar animado.

Vereadores como o fanático e preconceituoso religioso Edvaldo Lima (MDB), o infenso presidente da Casa José Carneiro (DEM), entre outros oportunistas de plantão, resolveram apelar pela intervenção da Prefeitura nas empresas prestadoras do serviço de transporte público coletivo da cidade.

Até parece que ao longo de quatro anos o transporte coletivo de Feira de Santana, ofereceu serviços de qualidade à população.

A indignação dos senhores edis aflorou só agora, às vésperas das eleições. Comentários que circulam entre os feirenses é de que talvez toda essa grita se deva ao fato dos empresários terem se recusado a contribuir com as famosas caxinhas para a campanha dos mesmos.

Há também quem veja nessa sena mambembe uma tentativa dos honoráveis vereadores de conquistar mentes e corações do eleitorado.

Os discursos proferidos pelos pseudos representantes do povo têm várias tonalidades, mas com certeza, nenhuma delas corresponde aos reais e legítimos interesses do feirense.

Estão jogando para a plateia, o objetivo deles é continuarem usufruindo as benesses que o cargo oferece. O que buscam é uma sobrevida política, que para muitos não haverá.

Parcela considerável deles, como é do conhecimento geral, são inaptos para o cargo que ocupam. O que os impede de legislar com a competência que a situação exige.

Por isso mesmo os edis promovem verdadeiros espetáculos circenses em que tentam transformar o povo em palhaços cordatos, para que possam ser manipulados ao seu bel prazer.

Mas ao que tudo indica o barco está à deriva e o resultado vai ser um salve-se quem puder. Se em eleições anteriores a renovação acontece em torno de 50% de seus quadros, há quem aposte em índices mais elevados, para este ano. Quem viver verá!

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.