Quem é o Ministro da Saúde no Brasil?/Por Alberto Peixoto*

Ex ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich

É atribuição do Ministro da Saúde possuir condições para proteção e reestabelecimento da saúde da população, reprimindo as enfermidades, controlando as doenças endêmicas e parasitárias, otimizando a vigilância à saúde e propiciando mais qualidade de vida às pessoas.

É fundamental também que tenha capacidade de liderança e tranquilidade para ser decisivo na aplicação do distanciamento social em casos de moléstias contagiosas.

No Brasil, em pleno momento crítico da Pandemia do Coronavírus, não tem Ministro da Saúde. Esta situação absurda, situação esta que não se enquadra nos padrões considerados normais de sociedades devidamente organizadas, leva qualquer ser minimamente inteligente a constatar que o brasileiro é um povo totalmente desprotegido.

A população deste país de dimensões continentais não possui um líder e sim um bicho papão, tosco, que não é coveiro e nem dono de funerária. E daí? Todos vão ter que morrer um dia mesmo!

A Covid-19 está sem controle no Brasil. Atualmente a sensação de parte da população é de que o “sol não voltará a brilhar”. Para muitos, a tão famosa “luz no fim do túnel” fica a cada dia mais difícil, porque não há uma liderança confiável e honesta, e sim uma irresponsabilidade histórica que assola a Nação. Um “bombardeio” jamais visto no mundo!

A falta de responsabilidade do Presidente da República faz com que as pessoas, principalmente as que compõem o grupo de risco – asmáticos, pessoas com doenças do coração, fumantes, diabéticos, idosos – se sintam desanimadas acreditando que não terão forças para superar todos estes desafios e voltar a ser felizes.

A solução pra sair deste quadro insano de irresponsabilidades é não se sentir perdido, desanimado, porque na verdade, sempre há uma “luz no final do túnel” e, por mais desmotivado que você esteja, há sempre uma FORÇA que lhe ajudará a superar todos estas adversidades. Procure esta força dentro de si.

“O novo ministro deve ter capacidade de liderança e coordenação para radicalizar o distanciamento social e trazer para si a decisão sobre processos de reabertura de atividades como comércio e aula” – argumenta Ligia Bahia, especialista em saúde pública e professora da UFRJ.

Esta situação imposta aos brasileiros é muito desafiadora e sobrecarrega emocionalmente as pessoas. Portanto, não alimente pensamentos negativos. Aproveite esta situação e veja nela uma grande oportunidade de dar a volta por cima, mostrando toda a força interior que você possui.

Alberto Peixoto, Escritor

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.