Prefeito doeu muito conversar com o governador e aceitar suas sugestões?/Por Carlos Lima

E aí Colbert, a conversa com o governador Rui Costa lhe feriu; rasgou suas carnes; abalou sua vaidade ou simplesmente avivou o bom senso que deveria ter tido desde o início das ações contra a disseminação do coronavírus?
Por que não seguiu o exemplo do prefeito de Salvador?
Nesse primeiro contato V. Ex. acolheu a sugestão do governador e a “considerou estratégica neste momento de combate que os baianos travam diante da pandemia”.
A antecipação dos feriados é uma forma inteligente de também contribuir com a amenização da crise econômica que será inevitável.
O processo de isolamento adotado pela sua administração foi divergente das ações planejadas pelo governador e o prefeito de Salvador. Mesmo sendo o mandatário da segunda cidade do Estado da Bahia.
A Secretaria Municipal de Saúde não teve nenhuma preocupação em adquirir os testes com rapidez e os existentes foram preservados irresponsavelmente, a ponto de pacientes com sintomas do vírus, serem mandados para quarentena em suas residências sem realizarem nenhum teste para confirmar se estava infectado ou não.
Agora estamos com o comércio fechado mais uma vez, sem perspectiva de uma abertura em curto prazo, porque os números de contaminação são crescentes. E, a previsão é de que podem aumentar. Estamos distantes do pico.
Os erros se somaram e ainda continuam, faltam kits de testes. É indispensável que o maior número possível da população passe pelos exames iniciais, é dessa forma que se municia o planejamento para o combate do vírus.
Sabendo, onde, como e quantidade aproximada da realidade dos contaminados.
Não divulgar as áreas da cidade onde existe maior incidência do Covid-19 é um verdadeiro absurdo. É o mesmo que condenar pessoas à contaminação e provocar o aumento de infectados.
A informação verdadeira e precisa, dessas áreas, ajudam nas ações e previne a aglomerações.
Na verdade tanto o prefeito quanto a Secretaria de Saúde não estão devidamente preparados para enfrentar a pandemia.
Não os culpo pelo desconhecimento, mas os condeno quando se distanciaram do governo do estado por questões políticas e eleitoreiras. A vida do povo é superior a essas vaidades imbecilizadas.
Nada está definitivamente perdida, nossa luta pode ser maior do que prevíamos, ainda é tempo. Vamos reverter essa situação.
Inteligência sem vaidade, prefeito.
Carlos Lima, Jornalista

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.