Os mentecaptos eleitores de extrema direita/Por Alberto Peixoto.

Quem é mais idiota, Bolsonaro ou seus eleitores?
FOTO: Arquivos Google

Quem é mais idiota, Bolsonaro ou seus eleitores?

Conforme pesquisas e estudos contemporâneos, a média de eleitores do extremista Jair Bolsonaro são mais ricos e utilizam com frequência as redes sociais para justificar suas sórdidas convicções políticas. Um eleitor imbecil.

Os “bolsominions” são sujeitos obtusos, assustadoramente homofóbicos, tradicionalmente contrários à teologia modernista – fundamentalistas religiosos – contraditoriamente moralistas. De acordo com o pensamento dos coxinhas zona sul, para eles – que se acham ricos – manterem sua soberania os pobres não podem melhorar de vida, pois poderão até se equilibrar com os mais ricos.

Portanto, os mais humildes não podem ter direito a educação. A escolaridade possibilita aos capacitados atingirem um padrão de vida melhor e também a melhor escolher seus governantes. Dificilmente seriam um bolsominions.

Mas os ricos geralmente são escolarizados! Isso não os permite a também escolher melhor? Os mais ricos possuem uma escolaridade melhor porque não precisam harmonizar trabalho com educar-se. Não há para estes a necessidade de começar a trabalhar mais cedo. Quem define neste segmento social não é a intelectualidade da pessoa. O dinheiro substitui o QI – Quociente de Intelectualidade – desta classe social.

O poder aquisitivo mais elevado e a alta escolaridade não transformam nenhum estúpido em inteligente. De acordo com pesquisas divulgadas, esse eleitorado de elite é imaturo e não sabe explicar porque vota nos candidatos de extrema direita. Não possuem consciência política definida.

Segundo o IBOP – Instituto Brasileiro de Opinião Pública – são pessoas com boas condições financeiras e que dizem ter graduação em nível superior. Ou estão mentindo, ou perderam tempo na academia e não aprenderam nada o que evidencia a derrocada do sistema educacional brasileiro.

Completando o time dos idiotas que votam na extrema direita, surgem os “Terraplanistas”. Protestantes que acreditam ser o planeta terra um disco de um só lado e que flutua no espaço. Estes estão “redondamente” enganados. É o fim da picada!

Alberto Peixoto, Escritor.

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.