Presidente do legislativo faz discurso demagógico/Por Caros Lima

Câmara de vereadores de Feira de Santana/BA

Considero um escárnio o discurso do presidente do legislativo feirense e de mais alguns integrantes desse poder municipal sobre o Dia Nacional do Vereador.

O edil afirmou que: “Somos o ponto de referência dos anseios populares. Nossa responsabilidade vai além de elaborar leis e fiscalizar as ações do executivo. Estamos na linha de frente, junto com o povo”.

Inacreditável que essa ação demagógica signifique para eles uma verdade, quando na realidade são apenas serviçais do poder executivo, e sangue sugas do erário.

Exaltam uma independência inexistente, o papel desempenhado durante o exercício do mandato é de total subserviência ao Executivo, desde que obtenham as benesses desejadas, as quais alimentam sua fome de poder; locupletação financeira e de uma política de barganha, sendo fiéis aos desígnios de São Francisco de Assis, “é dando que se recebe”.

O discurso de exaltação do comportamento político do vereador, é na verdade uma grande utopia, não se aproximam da realidade dos fatos que são vivenciados nos dias atuais.

Faz-se necessário esclarecer que os salários obtidos pelos vereadores são resultados do que passou a ser conhecido como entulho autoritário ocorrido no período militar ao tentarem se aproximar dos civis, fazendo essa concessão de ordem financeira, que hoje resulta em autos custos financeiros para a união.

Após o regime de força, esse entulho autoritário, (financeiro) foi um dos poucos que não foi removido e permanece até os dias de hoje.

Carlos Lima, Jornalista

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.