2019: O início das trevas/Por: Alberto Peixoto

“Capitão” submisso ao “Imperador Trump”.
FOTO: Arquivos Google

O ano de 2019 dará início a um dos piores períodos da história do Brasil. Logo no primeiro dia do ano, tomará posse os vencedores do ultimo pleito, com uma equipe de militares que nunca foram políticos e sem nenhuma experiência em Administração Pública. Com certeza tentarão “comandar” o Brasil, como se fosse um quartel, cujo efetivo não serão soldados, serão escravos!

O Presidente Bolsonaro está transformando o País em um grande quartel, onde ele dita as ordens (será?) segundo o seu parvo entendimento, ou seja: nenhum. Até o momento, já foram anunciados 6 Ministros militares e mais um grupo de corruptos, que completarão a pior equipe de – lacaios – gestores públicos deste país.

A reforma da Previdência abrirá o próximo ano, prenunciando para a classe trabalhadora a perda de direitos historicamente adquiridos, entre tantas outras mazelas impostas ao “Capitão” pelo “Imperador Trump”, como: Pré sal, Petrobrás, Embraer, Amazônia, etc. Passamos de colônia de Portugal, para colônia dos Estados Unidos da América. “Êita predisposição para ser servente!”

Como anunciou o novo Presidente eleito, o trabalhador deve escolher entre ter direitos trabalhistas ou estar empregado. Dito isto, fica decretado o fim da aposentadoria – principalmente para os que estão entrando no mercado de trabalho – fim do décimo terceiro, férias, entre tantos outros direitos.

Com certeza, também o fim do SUS – Sistema Único de Saúde. Ora, quem precisa de assistência médica são os que têm dinheiro para pagar um atendimento particular. O pobre, negro e, principalmente nordestino, que procure um terreiro de candomblé. Se for na Bahia, estará tudo resolvido.

A escola pública chegou ao final. Segundo o Ministro da Educação, pobre não precisa entrar na universidade. “Pra quê”? A maioria não gosta e não quer se graduar em nível superior, conforme diz o Ministro. Só o segundo grau basta e vai trabalhar vagabundo, isto é, se achar emprego, porque o desemprego já é uma realidade. Quem tiver “bufunfa” que financie seus estudos.

A saúde pública, educação e cultura, entre tantos outros benefícios sociais, serão extintos.  Com certeza o contribuinte está louco para saber qual o destino do dinheiro arrecadado com os impostos. Claro que, exceto a parte que sempre vai para os paraísos fiscais. Esta parte todos já sabem.

O aumento de impostos vem a todo galope, o que significa mais verba do contribuinte, que é sempre escorchado, para ser desviado para os paraísos fiscais.

A partir de 1º de janeiro de 2019, o brasileiro vai ter certeza de que o “Alaíde Nigth Club”, cabaré de luxo situado em Feira de Santana, na Bahia, é mais organizado, mais bem administrado e sério do que o Brasil de hoje. Alaíde é muito competente e sabe administrar um “puteiro”!

Alberto Peixoto – Escritor

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.