A pequena mobilização em prol de Lula e o grande golpe da Casa Grande

O STF de um País sem justiça

No decorrer do ano de 2016 já se falava em prisão do Ex-presidente Lula, o que era difícil de admitir. Acreditava-se que se isso ocorresse, haveria uma mobilização nacional, “monstra”, com bloqueio de rodovias, principais artérias das grandes cidades, caminhadas, greves, enfim, tudo que pudesse parar o Brasil.

Lula foi preso injustamente, sem provas, condenado por um “juizéco” “Mauricinho” – galã de periferia – com auxilio de duas Ministras do STF, que mais parecem ser – não só devido à aparência física, mas também pelas atitudes de exceção – personagens de um filme assustador.

Está havendo a mobilização da esquerda e até de quem pertence a outros segmentos políticos, por acharem injusta a prisão do maior Presidente da história deste País. Saiu do governo com mais de 80% de aprovação!

Infelizmente, não é a mobilização que todos esperavam. Qualquer “juizinha” insignificante – claro que querendo aparecer neste filme tenebroso – bloqueia as visitas até mesmo de intelectuais como Adolfo Pérez Esquivel, argentino, Prêmio Nobel da Paz em 2018 e Leonardo Boff, Teólogo, Escritor e professor universitário. E não acontece nada contra estes Juízes de qualidade ínfima, duvidosos.

As mobilizações deveriam ser mais incisivas, como todos esperavam. Não deveria ser só em Curitiba, mas de norte a sul de todo este vasto País que anseia pela liberdade do seu maior representante político.

Atualmente – atualmente? – vivemos em um regime de exceção em que os Juízes não guardam a Constituição Federal, as Leis são atropeladas a todo o instante, e o mundo vê Lula correndo um perigo excessivo.

É possível simular ou provocar um mal-estar em Lula e levá-lo para o hospital, e lá os médicos resolverem o problema da direita golpista. Lembrem-se de Tancredo Neves – 21 de abril de 1985.

O que torna esta possibilidade mais fácil, é que este golpe foi planejado lá fora, nos EUA – que sempre quiseram nosso Pré Sal, entre outros bens valiosos – com a participação dos donos da “Casa Grande”, que se aliaram através de alguns Deputados, Senadores e grande parte da “justi$$a“ – sabe-$e lá a troco de quê. Os americanos são o povo mais sanguinário do planeta e agora com um psicopata no comando, tudo é possível.

Na realidade, o objetivo principal não era Lula, mas o seu crescimento nas pesquisas de intenção de votos – e que não para de crescer – se tornou um empecilho para os poderosos da Casa Grande levarem seus planos escusos ao topo do “pódium”.

Infelizmente os coxinhas, classe média que se acha branca e rica, continuam a navegar em um mar de cegueira, de ódio, de arrogância, egoísmo e discriminação racial e social. São todos analfabetos políticos e na grande maioria, analfabetos funcionais. Como sempre diz meu amigo “Zé”, “estão todos eles navegando em outra galáxia!”.

Alberto Peixoto – Escritor

Membro da Aler – Academia de Letras do Recôncavo

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.