Brasil: o pecado da carne

O setor de carnes é diretamente responsável por US$ 12 bilhões em exportações por ano no Brasil.

O Brasil é um país atípico e com sérios problemas de ordem moral que tem sido evidenciado ao longo de nossa história. As razões para a ocorrência de tais desajustes e anomalias são os mais diversos, mas acredito que a impunidade tem sido um dos fatores de maior incentivo e o que mais tem contribuído para este caos de caráter moral existente entre o nosso povo. Que afeta não só a base da pirâmide social. Principalmente, quem ocupa o seu topo piramidal.

No Brasil um botijão de gás que é vendido como tendo 13 quilos, na prática não corresponde às suas especificações; o mesmo acontece com a gasolina e seus derivados comercializados nos postos de combustíveis; partidos políticos é um grupo organizado de pessoas que formam legalmente uma entidade de direito privado, que ironicamente é sustentado com financiamentos públicos, os denominados fundos partidários.  Além de outras aberrações existentes.

O setor de carnes é diretamente responsável por US$ 12 bilhões em exportações por ano no Brasil. O sistema de avaliação está sendo colocado em xeque, mesmo tendo o presidente golpista, nesta segunda-feira (20), Michel Temer ter reforçado pateticamente que o país tem “sistemas rigorosíssimos de avaliação” do mercado, e que quando o produto chega a país estrangeiro ainda passa por uma nova inspeção. Mesmo diante de tão expressivo valor  no comércio da exportação brasileira a sanha e ganância dos empresários nacionais não mais obedecem fronteiras, como se não bastasse  o crime praticado no mercado interno. Estes crimes são perpetrados na busca desesperada do lucro máximo, sendo este o grande legado capitalista que põe em uma encruzilhada a sobrevivência da espécie humana.

A Polícia Federal diz que frigoríficos envolvidos no esquema “maquiavam” carnes vencidas com ácido ascórbico e as reembalavam para venda e que as empresas, então, subornavam fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para que autorizassem a comercialização do produto sem a devida fiscalização. A carne imprópria para consumo seria destinada tanto ao mercado interno quanto à exportação. A Operação Carne Fraca foi deflagrada nesta sexta-feira (17).

De acordo com citações bíblicas, para fugirmos um pouco de nosso pragmatismo social,  quando fala de carne, fala de pessoa, de natureza humana. Quando Jesus estava no Horto das Oliveiras, pediu que os apóstolos rezassem por Ele, mas eles dormiram. A natureza humana é fraca por causa do pecado original. Pelo visto este conceito religioso se encaixa muito bem para o nosso caso específico… A carne é fraca.

Sérgio Jones

Jornalista

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.